PATRÍCIA é jornalista e assina POETA. Eu sou ANGELA, Pedagoga e assino RAMALHO (o que não deixa de ter também a sua poesia). Fico pensando como seria divino assinar "Poeta" depois do nome. Até fiz uma poesia sobre isso! Esse blog é um espaço onde brinco com as palavras, fazendo aquilo que gosto. E o que eu gosto mesmo é de fazer poesias! Portanto, embora não seja PATRÍCIA, eu sou POETA!

domingo, 12 de janeiro de 2014

POESIAS SENSUAIS - POESIA Nº 08 - OUTRA

A mulher que se garante torna dispensável a presença da "outra". Cá pra nós, ser matriz e filial ao mesmo tempo é coisa para mulher de primeira grandeza. Concordam??? 
OUTRA
Nem pense em me trocar por outra.
Outra não te aguentaria.
Outra não faria o que eu faço.
Outra não daria o cansaço
que eu te dou.

Inútil me trocar por alguém...
Eu sou o seu único bem.
Outra pra que?

Outra pensaria duas vezes
em atender suas loucuras.
Outra não acreditaria
em suas juras.
Outra  não te levaria às alturas, 
nem perderia a compostura.

Outra ficaria sem graça
quando tivesse que ser santa e devassa.

Outra te recusaria, quando quisesse
a qualquer hora do dia.

Outra não seria uma qualquer.
Outra não serviria
pra ser sua mulher.

Porque tu conheces bem,
a mulher que tem.
E sabe que naquela hora,
(na hora do apogeu)
a sua outra...
- Sou eu!

Angela Ramalho


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...