PATRÍCIA é jornalista e assina POETA. Eu sou ANGELA, Pedagoga e assino RAMALHO (o que não deixa de ter também a sua poesia). Fico pensando como seria divino assinar "Poeta" depois do nome. Até fiz uma poesia sobre isso! Esse blog é um espaço onde brinco com as palavras, fazendo aquilo que gosto. E o que eu gosto mesmo é de fazer poesias! Portanto, embora não seja PATRÍCIA, eu sou POETA!

sábado, 19 de outubro de 2013

POESIA MARINGAENSE DE LUTO!



A poesia maringaense está de luto! No dia 17/10 perdemos o poeta e professor Marciano Lopes. Nascido em Porto Alegre, residia em Maringá desde 1997. Formado em Letras, Doutor em Literatura, era professor da Universidade Estadual de Maringá. 

Amante dos livros, respirava poesia, literatura, cultura. Em 2008, criou com Alexandre Flory (UEM) a  Jornada Interartes Outras Palavras (JIOP), movimento que agitava o meio cultural da UEM. Mas era o seu desejo que a cultura, a arte, a música  e a literatura ultrapassassem os portões da UEM e chegassem ao povo maringaense. 

A revista literária online Outras Palavras e o programa de mesmo nome na Rádio Educativa da UEM levam a sua assinatura. Além disso, dedicava-se à promoção de saraus e eventos literários. Publicou dois livros de poesias pela Lei de Incentivo à Cultura em Maringá.  

Na última quinta feira, aos 48 anos, uma broncopneumonia calou o poeta. Não cheguei a conhecê-lo pessoalmente, mas nos falamos por várias vezes no Facebook, através de mensagens in box. Comentávamos postagens, discutíamos sobre a falta de apoio mais efetivo à cultura local, vez por outra divergíamos sobre política, mas respeitávamos os posicionamentos de cada um. Conquistou o meu respeito como pessoa, poeta, amigo e defensor da arte e cultura local. 

Perde a poesia maringaense, perde a UEM, perdemos todos nós que precisamos tanto de pessoas com esse perfil. Vá em paz, Professor Marciano!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...