PATRÍCIA é jornalista e assina POETA. Eu sou ANGELA, Pedagoga e assino RAMALHO (o que não deixa de ter também a sua poesia). Fico pensando como seria divino assinar "Poeta" depois do nome. Até fiz uma poesia sobre isso! Esse blog é um espaço onde brinco com as palavras, fazendo aquilo que gosto. E o que eu gosto mesmo é de fazer poesias! Portanto, embora não seja PATRÍCIA, eu sou POETA!

sábado, 7 de abril de 2012

RESISTIR, QUEM HÁ DE?

     O dia hoje amanheceu achocolatado. Meu bom paladar agradeceu ao doce sabor e provei gostosuras (quase) sem culpa. Não pecar pela gula nessa sexta feira santa seria um bom motivo para sacrifício. Seria, disse bem! Mas sou pecadora confessa. Meu desejo por chocolates compara-se a desejo de mulher grávida: quero agora! Ontem à noite abri uma caixa de bombons Ferrero Rocher. Não sobrou nada! Socializei (com minha mãe e irmã) uma barra (das grandes) que comprei na Cacau Show, depois de enfrentar quarta feira à tarde uma fila de mais de trinta pessoas, até conseguir entrar na loja do Shopping.
     E já que foi difícil entrar, tinha que fazer valer o sacrifício: saí de lá com um ovo de 800 gramas (bombons sortidos). Não resisti e trouxe também um daqueles ovos trufados que vem na caixa de 400 gramas. O danado intercala chocolate branco com trufa preta e vice versa. Na minha humilde opinião, nem precisava desse vice-versa, mas com ele a coisa ficou mais que irresistível! 
     A atendente me olhou com cara de quem diz “essa é chocólatra” e tratou de me passar uma “cestinha”. Cestinha que nada, era bem espaçosa e eu nem liguei, pois vi que, além da fila para entrar na loja, havia outra imensa para passar no caixa. Com a curiosidade de uma criança, olhei prateleira por prateleira aquelas maravilhas todas e nem pensei no bolso. Peguei mais barras (umas cinco): uma para mim e uma para cada uma das meninas que trabalham comigo. Vejam como sou boazinha, divido com igualdade as barras de chocolate. Mas os ovos... Bem, desses eu falo depois! 
     Fui para a fila do caixa, paguei e ainda ganhei mais uma barra de brinde! Quanta gentileza! Essas atendentes sabem direitinho como fazer uma chocólatra perseverar no vício: dá-lhe barrinhas de chocolate!
     A caixa de Ferrero Rocher e a barra de chocolate ao leite despediram-se da gente na quinta feira à noite. Não deu para quem quis. Sobre o balcão da copa ainda havia um ovo de 800 gramas da Garoto, presente do meu filho e que planejávamos abrir apenas no domingo de Páscoa. 
     Quinta à tarde, no trabalho, trocamos cartões e mensagens de Feliz Páscoa, recheadas de muitos abraços e... chocolates! Fui para casa com uma sacola repleta de tentações! Resistir, quem há de? Calculei que havia em casa mais de cinco quilos de chocolate, nos seus mais diversos formatos: ovos, barras, bombons, trufas. 
     Considerando meus quilogramas a mais, a prudência me recomendava uma divisão justa de tão precioso bem! Presenteei meus queridinhos (filho e nora) com os ovos comprados no shopping. Ficamos com a sacola de “tentações” e um dos ovos de 800 gramas, que abri hoje após o almoço. Nem cogitei esperar o domingo. 
      Dentro desse ovo havia uma embalagem plástica com 08 tipos de chocolates em barra: crocante, com amêndoas, com castanhas, ao leite, branco, cacau e duas opções repetidas (justo as que eu mais gosto!). Provo “Castanhas do Brasil” enquanto termino essa crônica. Hummmm, resolvi que vou parar por aqui! Não conto mais nada! Quem quiser saber minha cara de felicidade, dá só uma olhada na foto lá de cima! Ah, ia me esquecendo do principal: uma Feliz Páscoa a todos!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...