PATRÍCIA é jornalista e assina POETA. Eu sou ANGELA, Pedagoga e assino RAMALHO (o que não deixa de ter também a sua poesia). Fico pensando como seria divino assinar "Poeta" depois do nome. Até fiz uma poesia sobre isso! Esse blog é um espaço onde brinco com as palavras, fazendo aquilo que gosto. E o que eu gosto mesmo é de fazer poesias! Portanto, embora não seja PATRÍCIA, eu sou POETA!

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

POESIA: COMO SE FOSSEM MEL



COMO SE FOSSEM MEL


Entre versos e rimas
palavras saem às pressas
e beijam o papel,
como se fossem mel.


Entre versos melados,
de beijos roubados,
açucarados,
faço poemas
endereçados
ao céu.


Sem saber ao certo
espreito o que sai,
de dentro do peito.


Nem sei se serão bons
ou se terão defeito.


Mas sei que serão lidos,
sentidos,
esmiuçados
por olhos famintos
de palavras vãs.


Depois se adoçarão,
ao sabor do vento,
lidos ao relento,
na brisa das manhãs.


By Angela Ramalho
Imagem Google








 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...