PATRÍCIA é jornalista e assina POETA. Eu sou ANGELA, Pedagoga e assino RAMALHO (o que não deixa de ter também a sua poesia). Fico pensando como seria divino assinar "Poeta" depois do nome. Até fiz uma poesia sobre isso! Esse blog é um espaço onde brinco com as palavras, fazendo aquilo que gosto. E o que eu gosto mesmo é de fazer poesias! Portanto, embora não seja PATRÍCIA, eu sou POETA!

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

O IMPORTANTE PAPEL DO ILUSTRADOR


Contratei novamente Maria Cristina Vieira para ilustrar um livro infantil. Dessa vez o livro não é de minha autoria e estou atuando nele como produtora literária, através da firma A. R. Publisher. E porque contratei a Cris? Bem, além de ser minha amiga, ela é talentosa e mora em Maringá. Costumo priorizar nas minhas prestações de serviços pessoas daqui. 

Sobre o papel do ilustrador num livro infantil, considero que a ilustração é tão importante quanto o texto. Desenhar é uma coisa, ilustrar é outra. E atribuir à ilustração caráter e estilo próprio, não é para qualquer um. Através da ilustração, educa-se o olhar de uma criança. Considero que o bom ilustrador precisa evitar os estereótipos. Porque o sol tem sempre que ser desenhado com uma carinha feliz? E o que dizer da imagem da casinha típica, sempre com telhado triangular? Nada criativo! 

A boa ilustração tem que ir mais longe. Assim como o texto, ela também precisa levar a criança a raciocinar. Ela precisa favorecer o “olhar mais adiante”. A ilustração não tem que repetir o sentido das palavras, mas deve ampliá-los, propor novas interpretações, possibilitar que a imaginação da criança os amplie, brincando com todas essas possibilidades. 

Maria Cristina Vieira fez isso no meu livro “Entendendo as pessoas grandes”. Ao me mostrar as provas, ela demonstrou personalidade e criatividade em seu trabalho. Logo na capa, deixou Paulinho (o personagem principal), sem a parte de cima do corpo (omitiu pescoço e rosto). Uma joaninha sobre uma linha pontilhada unia a imagem de Paulinho ao pai. Paulinho não tinha um rosto definido, pois assim poderia ser qualquer criança. A imaginação do leitor colocaria na imagem o rosto que quisesse.

E o que significa a joaninha passeando sobre uma linha pontilhada? A linha levada pela joaninha (e ela aparece em todas as imagens) é a linha da vida. Linha que une pais e filhos. Linha que significa que o tempo está passando, que Paulinho está crescendo e cada imagem possibilita à criança interpretar a joaninha passeando e levando consigo a vida e suas tramas. Até no final do livro, a joaninha continua seu passeio, querendo dizer: "vem mais vida por aí" ou “vem mais livros por aí”. 

Lindo trabalho da Cris, que eu fiz questão de repetir nessa nova obra!





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...