PATRÍCIA é jornalista e assina POETA. Eu sou ANGELA, Pedagoga e assino RAMALHO (o que não deixa de ter também a sua poesia). Fico pensando como seria divino assinar "Poeta" depois do nome. Até fiz uma poesia sobre isso! Esse blog é um espaço onde brinco com as palavras, fazendo aquilo que gosto. E o que eu gosto mesmo é de fazer poesias! Portanto, embora não seja PATRÍCIA, eu sou POETA!

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

UM POEMA EM CADA ÁRVORE




UM POEMA EM CADA ÁRVORE é uma iniciativa de incentivo à leitura que teve inicio em 2010 na cidade de Governador Valadares-MG. O projeto, idealizado pelo poeta Marcelo Rocha e realizado pelo Instituto Psia, caracteriza-se por utilizar as árvores como suporte para a leitura, pendurando em seu tronco poemas de poetas desconhecidos do grande público. Essa foi uma fórmula encontrada para construir novos espaços de fruição poética, ampliar o acesso da população à poesia e colocar o trabalho de poetas contemporâneos em contato com novos públicos. 

Realizado pelo terceiro ano consecutivo,  Maringá participa pela terceira vez, ou seja, desde a sua implantação. Esse ano, por falha na comunicação entre os poetas, quase que a cidade ficou de fora. Em conversa com outros poetas num dos últimos eventos literários, comentamos que nada se falava a respeito, sendo que já estávamos em meados de setembro. Fui atrás de informações, entrei no site do projeto e vi que as inscrições estavam encerradas e que Maringá não estava incluída entre as cidades que aderiram à movimentação.

Conversei com o amigo e poeta Marco Hruschka que havia sido o Coordenador do evento o ano passado e este me adiantou que não pleiteou novamente a coordenação do mesmo na cidade por falta de tempo. Com o seu aval e já tendo consultado a opinião de outros poetas, enviei e-mail à Coordenação Nacional, solicitando a inclusão do município de Maringá no evento. 

A resposta de Marcelo Rocha veio em 16/09 e foi positiva! Imediatamente fui à luta e consegui apoio da Secretaria de Cultura. Solicitei (e já estou com o deferimento) da Secretaria de Serviços Públicos para colocar os poemas nas árvores, Fiz duas artes: uma para o banner e outra para as redes sociais, onde iniciei uma campanha entre os poetas, para divulgação e adesão ao projeto. Escolhi a praça da Catedral, pois é um local bastante frequentado por famílias aos domingos e onde tradicionalmente já acontecem alguns programas culturais.

A poesia estará na praça no domingo, dia 21! Se Deus abençoar, fará um lindo dia de sol!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...