PATRÍCIA é jornalista e assina POETA. Eu sou ANGELA, Pedagoga e assino RAMALHO (o que não deixa de ter também a sua poesia). Fico pensando como seria divino assinar "Poeta" depois do nome. Até fiz uma poesia sobre isso! Esse blog é um espaço onde brinco com as palavras, fazendo aquilo que gosto. E o que eu gosto mesmo é de fazer poesias! Portanto, embora não seja PATRÍCIA, eu sou POETA!

domingo, 23 de março de 2014

TOP BLOG: DESAFIOS DA CAMPANHA!


O blog “Não sou Patrícia, mas sou Poeta” foi criado em agosto de 2009 de forma despretensiosa, apenas para divulgar os meus escritos. Como já disse várias vezes, na época eu nem sabia utilizar as ferramentas do Blogger e nunca me imaginei uma blogueira. Fui clicando aqui e ali, aprendi a postar, a personalizar, fui inserindo meus textos e aos poucos os leitores foram chegando.

O convite para participar do Prêmio Top Blog 2013 surgiu exatamente na data em que o blog completava 04 anos. Considerei isso um presente! Participei da “largada” (termo meu), onde todos os blogs concorreram entre si para obter os votos dos internautas. Essa fase era decisiva, pois escolheria os 100 blogs mais votados de cada categoria (ao todo são 25 categorias, tanto dos blogs pessoais como dos profissionais), que passariam para a segunda fase. Meu blog concorria na categoria Literatura. 

Nessa primeira fase, minha campanha resumiu-se em pedir votos aos leitores do blog (aproximadamente 75 mil visitantes) e aos amigos adicionados no Facebook (pouco mais de 1500 pessoas). Para minha surpresa, o blog foi selecionado entre os 100 blogs mais votados de sua categoria, indo para a fase final do concurso. 

Esse desempenho ao mesmo tempo em que me deixou feliz com a conquista, aumentou em muito a minha responsabilidade. Tive que me organizar, não apenas na questão do tempo de me dedicar à campanha, mas organizar a própria campanha. Dessa vez teria que me desdobrar, pois na fase final, dos 100 blogs classificados em cada categoria, seriam selecionados apenas 03 e a seleção seria por voto popular e por júri técnico. Decididamente, quando eu assumo uma causa, eu sou de luta! É da minha personalidade isso. E como diz o ditado “quem cai na chuva é pra se molhar” eu decidi que nessa fase daria tudo para não ficar entre os 97 blogs eliminados.

Durante um mês, continuei pedindo votos no blog e na minha página do Facebook, mas nessa fase decisiva resolvi envolver as instituições das quais participo. Pedi ajuda da REBRA, do Portal do Poeta Brasileiro e da ANLPPB. Graças a Deus, todos responderam positivamente e abraçaram a minha causa. 

A REBRA (na pessoa de sua Presidente Joyce Cavalccante), autorizou o envio de e-mail coletivo à sua rede de contatos (cerca de 30 mil contatos) pedindo votos para o meu blog, inserindo no campo do mesmo imagem e link para votação. No aniversário da REBRA em São Paulo, pedi votos pessoalmente às Rebrinhas que participaram do evento. 

Aline Romariz (Presidente do Portal do Poeta Brasileiro e da ANLPPB), além de pedir votos aos poetas nas duas instituições e na sua página pessoal do Facebook, ainda fez referência à minha participação no concurso de forma constante na Web Rádio Iluminatta, não apenas pedindo votos, mas orientando como votar.

Além das instituições citadas, visitei cerca de 100 grupos de poetas no Facebook, deixando explicações e o link da página para votação. Fiz isso no início do mês e repeti as inserções em cada grupo, depois de 15 dias. Usei as redes sociais todos os dias (Facebook, Blog, Twitter), durante 01 hora. No Twitter, organizei “Twittaço” (também durante uma hora), com cerca de 15 pessoas participando e inserindo links seguidamente. Enviei e-mail coletivo à minha rede de contatos no Gmail (cerca de 400 pessoas). Abordei pessoas online no Facebook, enviando mensagens in box e pedindo votos. Invadi perfis, deixando nos status o link de votação. Fui bem “pentelha” mesmo (reconheço que muitas vezes até invasiva) e recebi respostas desafiadoras, tipo: porque eu deveria votar em você? 

Essa resposta me fez perceber a necessidade de argumentação. E eu parei para refletir sobre isso. Meu blog é mesmo bom? Por que? Como posso provar isso? E fiz uma postagem enorme, elencando as qualidades do blog. Depois resumi essa postagem, mantendo os itens principais. Creio que convenci e isso refletiu positivamente. Que bom seria se todas as pessoas questionassem antes de votar! 

Trabalhei durante um mês de forma constante e o resultado veio! O blog “Não sou Patricia, mas sou Poeta” é um dos três classificados da sua categoria e está na final do Prêmio Top Blog Brasil 2013!

Mas somente no evento presencial do dia 26/04 em São Paulo é que vou saber se ele será o 1º, 2º ou 3º colocado e confesso que isso agora é apenas um detalhe!

Sou grata a todos os que me ajudaram na campanha (as instituições e pessoas já citadas), a todos os leitores, familiares e amigos que votaram, contribuindo decisivamente para levar o blog a essa conquista! Que Deus os abençoe grandemente!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...