PATRÍCIA é jornalista e assina POETA. Eu sou ANGELA, Pedagoga e assino RAMALHO (o que não deixa de ter também a sua poesia). Fico pensando como seria divino assinar "Poeta" depois do nome. Até fiz uma poesia sobre isso! Esse blog é um espaço onde brinco com as palavras, fazendo aquilo que gosto. E o que eu gosto mesmo é de fazer poesias! Portanto, embora não seja PATRÍCIA, eu sou POETA!

sexta-feira, 31 de maio de 2013

ILUSTRES VISITANTES

Maringá movimentada no quesito literatura nesse feriadão prolongado. Estão na cidade os escritores ADEMIR DEMARCHI e JOYCE CAVALCCANTE. Nas agendas, encontros marcados com escritores locais. Abaixo o currículo literário dos nossos ilustres visitantes: 

ADEMIR DEMARCHI, maringaense que reside em Santos (SP), Doutor em Literatura Brasileira (USP), é editor de BABEL – Revista de Poesia, Tradução e Crítica. É autor de Os mortos na sala de jantar (Realejo Livros, 2007) e organizador de Passagens – Antologia de Poetas Contemporâneos do Paraná (Imprensa Oficial do Paraná, 2002). Tem poemas, ensaios na internet e passa por Maringá onde tem encontro marcado com escritores locais.


JOYCE CAVALCCANTE é a idealizadora e atual Presidente da REBRA – Rede de Escritoras Brasileiras. É também diretora da RELAT – Rede de Escritoras Latinoamericanas. Nascida em Fortaleza, Ceará atualmente reside em São Paulo. É jornalista, romancista, contista, cronista e conferencista. Publicou nove livros de prosa de ficção e participou de quatorze coletâneas de contos. Tem obras traduzidas para o inglês, sueco, francês, italiano, espanhol e holandês. Publica com frequência na imprensa seus contos, resenhas e artigos. Dedica-se ainda a ministrar palestras sobre literatura brasileira nas universidades do Brasil e exterior. Nos anos de 1979 e 1980 foi premiada no Concurso de Contos promovido pela revista Status, publicação da editora Três, São Paulo, com os contos “ESTÓRIA DE UM CORPO DE MENINA" e ”LUTA LIVRE” respectivamente. recebeu o Prêmio APCA - Associação Paulista de Críticos de Arte - de melhor ficção de 1993, por seu romance “INIMIGAS INTIMAS”. Em 2002 ganhou o Prêmio Radio France Internationale, pelo conto ”NEGUINHA”. Atualmente dedica-se a escrever a saga do povo brasileiro de origem nordestina entre os anos de 1954 ao ano de 2004: Constrói a tetralogia chamada “O CORAÇÃO DOS OUTROS NÃO É TERRA QUE SE PISE”, iniciada com os já publicados romances “INIMIGAS ÍNTIMAS” e “O CÃO CHUPANDO MANGA” . Joyce passa por Maringá por conta de evento pessoal, mas encontra-se com suas "Rebrinhas" de Maringá para um abraço e muito papo sobre literatura. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...