PATRÍCIA é jornalista e assina POETA. Eu sou ANGELA, Pedagoga e assino RAMALHO (o que não deixa de ter também a sua poesia). Fico pensando como seria divino assinar "Poeta" depois do nome. Até fiz uma poesia sobre isso! Esse blog é um espaço onde brinco com as palavras, fazendo aquilo que gosto. E o que eu gosto mesmo é de fazer poesias! Portanto, embora não seja PATRÍCIA, eu sou POETA!

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

CARTA A UM GRANDE AMOR

Amor meu de todo o sempre:
Quando eu te conheci e você colocou sobre mim aquele par de olhos verdes e depois aquele sorriso lindo que eu gravei para a posteridade, naquele dia e naquele momento eu tive certeza que era prá sempre. E daí em diante eu passei a ver estrelas em pleno dia. Eu não andava, eu flutuava! E foi aí que comecei a fazer poesia.
Ah, o que faz o amor!
E então você me ensinou coisas que não eram de se ensinar (ou eram) e eu nem sabia nada da vida, mas você foi tão hábil na sua didática (e você nem fazia Pedagogia) que eu até hoje faço tudo direitinho...
Ah, do que é capaz o amor!
E se eu te disser hoje que nenhum homem foi capaz de me fazer sentir borboletas na barriga daquele jeito que só por você eu sentia e que nada, nenhuma outra experiência por melhor que tenha sido chegou perto do que a gente viveu e isso é tão forte, que me faz ainda hoje pensar em você como se fosse uma adolescente.
Ah, quantas lembranças me traz esse amor!
E todas foram inesquecíveis! E se um dia você me perguntar porque sou feliz, eu te direi que sou feliz porque tive você e só assim pude entender o que é viver um grande amor.
Por isso, te faço herdeiro das minhas poesias. São teus os meus poemas, são teus todos os meus versos, é teu meu universo, meu mundinho particular...porque nele você me ensinou a amar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...