PATRÍCIA é jornalista e assina POETA. Eu sou ANGELA, Pedagoga e assino RAMALHO (o que não deixa de ter também a sua poesia). Fico pensando como seria divino assinar "Poeta" depois do nome. Até fiz uma poesia sobre isso! Esse blog é um espaço onde brinco com as palavras, fazendo aquilo que gosto. E o que eu gosto mesmo é de fazer poesias! Portanto, embora não seja PATRÍCIA, eu sou POETA!

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

ESTE FIZ PARA VOCÊ, MEU PAI!

Entre os 10 mais lidos está esse texto, em 9º lugar com 159 leituras, que fiz em homenagem a meu pai.

A UM GRANDE HOMEM

Palavras póstumas a um grande homem:
um justo, um rude, um rústico.
De tão falante, se fez trovador,
de sua terra, suas raízes e sua dor.
Sem mais nem menos,
de sua mente, saía um repente.
Daqueles bem nordestinos.
Versos inventados, em martelo agalopado.

Tinha orgulho de ser
Repentista – poeta – trovador – cantador
Por onde ia versava, conversava,
agradava a platéia curiosa
de ouvidos atentos,
ao som de sua voz forte
de homem do norte.

Nos teus livros mergulhei fundo
e encontrei histórias de Lampião,
literaturas de cordel,
que de tão vivas
me pareciam sair do papel.
Criavam vidas,
No meu imaginário e fantasioso
Mundo de menina
Filha de poeta.

E já poetinha, sem ainda o saber,
os versos me foram apresentados.
A esse mesmo homem, anos depois,
Devolvo a honraria,
em forma de versos,
tal qual ele fazia.
Meu pai, grande homem
Me fez, grande filha!

Angela Ramalho
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...